quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Academia das Ciências de Lisboa (1)

Tenho que deixar aqui um abraço fraterno a todos aqueles que trabalham diariamente na Academia das Ciências de Lisboa, preservando todas as obras de arte que fazem parte daquela Instituição, de modo a permitir que as futuras gerações venham a conhecer uma boa parcela da cultura portuguesa (e não só) desde uma remota época até este Século XXI.
Lamento o facto do Governo não olhar com mais atenção para aquele património nacional, bem como a grande parcela do povo português desconhecer a existência daquela Casa.
Grandes escritores de Portugal e de outros países passaram por aquelas salas e salões.
Percorrer, hoje, aqueles corredores significa receber na alma toda uma gama de emoções.
Sempre digo aos amigos de Portugal, do Brasil etc: Quando puderem façam o favor de fazer uma visita àquela Casa. Ali moram, adormecidas nas estantes, as obras literárias de grandes romancistas, poetas, filósofos... o máximo que vos pode acontecer é saírem de lá a saber mais alguma coisa... e se esbarrarem com o Ramalho, com o Eça, com o Dantas, não se assustem, pois eles são alguns dos pilares que sustentam aquele belo e histórico edifício. (RC)

1 comentário:

Natália disse...

Olá bom dia Rui
Obrigado pela convite,pode crer que irei visitar,se esbarrar com algum desses grandes Pilares será uma Honra.
Um beijo e uma boa semana.

Enviar um comentário