sábado, 10 de agosto de 2013

José Saramago - As Intermitências da Vida


Foi com muita alegria que no dia 21 de junho, às 21 horas, apresentei, na Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pópulo, nas Caldas da Rainha, a convite de Maria Teresa Serrenho, o meu ensaio sobre a obra literária de José Saramago.

Esse livro fora lançado em 2010, na Casa Fernando Pessoa em Lisboa, com a mesa de honra composta pelos distintos: Ruy de Carvalho, Annabela Rita (autora do prefácio) e Paulo Mira Coelho, e não ocorrera ainda em solo caldense devido ao excesso de apresentações nas mais diversas livrarias das mais variadas cidades de Portugal, incluindo as das duas redes mais conhecidas.

Em Caldas da Rainha, a sessão contou com a moderação do Professor Doutor Amílcar Couvaneiro, cujas palavras sensibilizaram-me profundamente, e a plateia, estava formada pela fina flor da cultura local, o que muito me honrou.

Por mais de uma hora pude dissertar sobre a obra literária do primeiro Nobel de Literatura em Língua Portuguesa, por mais de uma hora pude ouvir com atenção a experiência de alguns, enquanto leitores de José Saramago.

Ao término da apresentação, ouvi uma elegante senhora dizer-me que já sentia saudade de uma boa palestra literária, como aquelas que assistia nos tempos áureos da cultura caldense, o que muito me envaideceu.

Foi uma noite agradável e quente, em vários aspetos. Uma noite voltada para a tertúlia literária, para a troca de ideias, para a boa disposição. Uma noite que não deverei repetir tão cedo, pois cada vez mais os meus projetos afastam-se das Caldas da Rainha e, creio, em pouco tempo podem afastar-me mesmo de Portugal. Mas, ficarão as recordações de momentos como aquele. Lembranças de um tempo bem passado, com uma plateia que encheu-me de mimos. Um momento gravado pela retina e guardado no coração. Um bem-haja a todos!

Sem comentários:

Enviar um comentário